Familiares apelam para encontrar idosa e acusam neto de maus tratos

á quase dois anos procurando notícias da Dona Etelvina Maria de Melo, de 79 anos, familiares apelam para encontrar a idosa, que sofre com Mal de Alzheimer e câncer, e acusam neto de maus tratos. Segundo a sobrinha, Cleude Silva de Melo, o rapaz, que estava responsável por cuidar de Etelvina, impediu que familiares visitassem a idosa. “Ele pegou ela e levou para uma casa e ficou sem dar notícias, ligava para ele e ele bloqueava todo mundo. Sem dar satisfação”, contou Cleude. 

Ao BNews, os familiares relataram que o neto de dona Etelvina teria sumido com ela enquanto desfruta da sua aposentadoria.

Além, disso, o acusado rejeitou todas as tentativas de contato da família com a idosa. “Ele arranjou uma cuidadora para tomar conta dela, que passou 2, 3 meses tomando conta, só que ficou sem pagar a moça, aí ele pegou minha tia de novo, e depois disso não tivemos mais contato”. 

Com a dificuldade em saber notícias do paradeiro da idosa, os familiares registraram um Boletim de Ocorrência na Delegacia Especial de Atendimento ao Idoso (Deati), no dia 19 de setembro de 2018. Contudo, ainda assim não conseguiram obter êxito nas buscas por dona Etelvina. (confira o documento no final da matéria)

Após os dois anos, a sobrinha de Etelvina afirmou que a família recebeu informações de que a senhora de 79 anos estaria em um asilo. Mas, não foi encontrada.  

Caso alguém encontre a idosa ou tenha alguma informação importante, pode entrar em contato através do número de Cleude Silva: 71 9 88292136. 

A reportagem entrou em contato com o acusado, mas não obteve resposta até o fechamento da matéria.  

Boletim de Ocorrência 

Deixe um comentário