Chuvas em Pernambuco deixam mais de 30 mortos; ministro fala em número ainda maior

Fortes chuvas atingem, desde o dia 23 de maio, estados da região Nordeste. Nos estados de Alagoas e Pernambuco, os temporais deixaram desabrigados, desalojados e vítimas.

O ministro da Saúde Marcelo Queiroga, afirmou à CNN que a tragédia provocada pelas chuvas na região Metropolitana do Recife neste fim de semana vai deixar mais de 70 mortos. De acordo com a Prefeitura do Recife, até o momento, foram resgatados 31 corpos de pessoas que podem morar na cidade e que aguardam confirmação do Instituto de Medicina Legal (IML).

De acordo com o Ministério do Desenvolvimento Regional, serão liberados R$ 2,5 milhões em assistência às localidades afetadas pelas chuvas. Neste primeiro momento, os recursos serão destinados aos dois municípios mais impactados: Rio Largo e São Miguel dos Campos, em Alagoas.

O presidente Jair Bolsonaro (PL) afirmou, em publicação no Twitter, que mais recursos serão liberados nos próximos dias.

“Mantemos hoje R$ 1 bilhão disponíveis para ações de socorro, assistência e restabelecimento de serviços essenciais, e que ainda podem ser usados na reconstrução de casas destruídas em razão das chuvas e infraestruturas públicas”, disse o presidente.

Pernambuco

Pancadas de chuva de forte intensidade atingiram o Recife, em Pernambuco, na sexta-feira (27) e no sábado (28). A prefeitura declarou situação de emergência devido à situação que afeta municípios da região Metropolitana desde o início da semana.

Até o momento, foram resgatados 31 corpos de pessoas que podem morar no Recife e que aguardam confirmação do Instituto de Medicina Legal (IML). Desse total, a Secretaria de Saúde do Recife já confirmou que 13 moravam na capital pernambucana.

De acordo com a prefeitura, 2.045 pessoas encontram-se abrigadas em 35 equipamentos públicos, que incluem escolas e creches da rede municipal de ensino, escolas estaduais, igrejas, além de um centro social e uma Organização Não-Governamental (ONG).

Neste sábado, a prefeitura do Recife orientou a população a seguir os alertas e diretrizes da Defesa Civil. No início da tarde, a prefeitura emitiu um alerta, via SMS, para mais de 32 mil famílias que moram em áreas de risco, comunicando sobre a saturação do solo e a possibilidade de chegada de novas chuvas.

Em entrevista à CNN, o prefeito do Recife João Campos (PSB) disse que este é um “momento extremamente desafiador” e o fenômeno é algo “completamente fora do normal”. “Cabe à gente poder trabalhar para reduzir os impactos das pessoas e poder cuidar da cidade”.

“Estamos passando por um momento extremamente adverso, é um fenômeno meteorológico conhecido como Onda de Leste, que chegou à região Metropolitana do Recife. Desde segunda-feira até hoje, temos um acumulado de aproximadamente 450 milímetros”.

Segundo ele, apenas nas últimas 24 horas foram registrados 234 milímetros na região mais atingida, em Ibura.

Alagamento na Zona Oeste de Recife (PE), após fortes chuvas que castigam a capital pernambucana neste sábado (28) / Foto: Marlon Costa/Futura Press/Estadão Conteúdo

Alagoas

Em Alagoas, 13 municípios estão em situação de emergência devido aos temporais: Feliz Deserto, São Miguel dos Campos, Traipu, Maceió, Barra de São Miguel, Boca da Mata, Coité do Nóia, Coruripe, Roteiro, Rio Largo, Penedo, Santa Luzia do Norte e Marechal Deodoro.

De acordo com a Sala de Alerta da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos (Semarh), as condições atmosféricas sobre áreas oceânicas próximas à costa Norte e Nordeste da região Nordeste do país favorecem a ocorrência de chuvas de intensidade moderada a forte.

O governo do estado alerta para a possibilidade de alto risco para alagamentos, principalmente, nas áreas com deficiência de drenagem urbana, cheias em pequenos riachos e elevação dos níveis das principais bacias hidrográficas do estado.

De acordo com o governo do estado, São Miguel dos Campos é município que tem o maior número de pessoas afetadas, com 3.829 desabrigados e desalojados, de acordo com o último boletim da Defesa Civil Estadual.

“As chuvas alagaram toda parte baixa do município, então ficaram mais de 2 mil casas danificadas. O estrago é muito grande. Temos muitas pessoas em abrigos, nas casas de parentes e muitas pessoas perderam seus pertences”, disse o prefeito Jorge Clemente, em comunicado.

O município de Feliz Deserto também foi impactado pelos alagamentos causados pelas chuvas. De acordo com o governo estadual, 123 pessoas estão desabrigadas e 265 desalojadas na cidade. Já em Coruripe, mais de 350 pessoas estão desabrigadas.

Em sobrevoo dos municípios atingidos neste sábado, o comandante do Corpo de Bombeiros coronel Wolbeck apontou para a diminuição do volume de água nos rios que transbordaram. No entanto, segundo ele, ainda há uma situação crítica de alagamento.

Alagamentos no município de Pilar, no Alagoas / Foto: Agência Alagoas

Pré-candidatos à Presidência se manifestam sobre chuvas no Nordeste

Pré-candidatos à Presidência da República manifestaram solidariedade à população atingida pela força dos temporais na região Nordeste.

Luiz Inácio Lula da Silva (PT):

“Minha solidariedade com as famílias da região metropolitana do Recife que estão sofrendo com as fortes chuvas. Me coloco à disposição dos prefeitos das cidades atingidas e do governo de Pernambuco no que for possível ajudar no enfrentamento dessa tragédia”, disse Lula em publicação no Twitter.

Jair Bolsonaro (PL):

“Nossos mais profundos votos de pesar e solidariedade às vítimas desse triste desastre, bem como as famílias que tiveram seus bens destruídos pelas chuvas. É um momento difícil para todos. Faremos o que estiver ao nosso alcance para amenizar essa dor. Que Deus abençoe a todos!”, disse Bolsonaro no Twitter.

Ciro Gomes (PDT):

“Minha solidariedade ao povo de Recife e Pernambuco, que está sofrendo muito com as consequências das chuvas. Que o poder público consiga com rapidez prestar todo apoio às comunidades afetadas”, publicou Gomes no Twitter.

Simone Tebet (MDB):

“As fortes chuvas em Recife causam alagamentos, deslizamentos e muita tristeza. Minha solidariedade ao povo pernambucano! Que Deus ilumine e conforte as famílias das vítimas”, disse Tebet em publicação no Twitter.

André Janones (Avante):

“Meus mais sinceros sentimentos e solidariedade às famílias e amigos das vítimas da tragédia ocorrida em Pernambuco. Deixo também minha solidariedade a todas as famílias que sofrem neste momento com os estragos ocasionado pelas fortes chuvas”, afirmou Janones em publicação no Twitter.

Com informações de Pedro Zanatta, Giulia Alecrim, Evelyne Lorenzetti, Léo Lopes, Laura Slobodeicov Ribeiro e André Rosa, da CNN

Deixe um comentário