Estudante de direito morre após ser baleada na cabeça em frente a distribuidora de bebidas

A estudante de direito Ana Fernandes Rodrigues Simões, de 24 anos, morreu após levar um tiro em frente a uma distribuidora de bebidas de Anápolis, a 55 km de Goiânia. A Polícia Civil disse que a jovem foi atingida com um disparo na cabeça. A corporação procura pelo criminoso.

O crime aconteceu na madrugada deste sábado (2), entre 3h e 4h. De acordo com o delegado Cleiton Lobo de Araújo, do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Anápolis, a mulher estava com duas pessoas na distribuidora e teria discutido com um homem, que é suspeito do crime.

“Informações preliminares são de que ela estava com mais duas pessoas, que já foram ouvidas, mas a princípio não tem relação com fato. Parece que ela teve uma discussão com um rapaz, que atirou contra ela”, contou.

Segundo o delegado, após ser baleada, o socorro chegou a ser acionado, mas constatou o óbito da vítima no local. Conforme Cleiton, a Polícia Científica foi chamada para fazer uma perícia no local.

“Ao chegarmos no local, nos deparamos com uma mulher caída em frente à distribuidora com uma lesão na cabeça. A perícia esteve no local e, segundo informações do perito, foi um disparo na nuca, que teve saída na parte frontal da cabeça”, disse.

O investigador contou que, até as 15h deste sábado, ninguém foi preso. No entanto, Cleiton acredita que o caso será esclarecido até a próxima semana. “Tinham outras pessoas no local, estamos trabalhando no sentido de identificar o suspeito. Já temos uma linha de investigação”, disse.

A Universidade Evangélica de Anápolis, onde Ana estudava direito, postou uma nota de pesar pela morte da jovem (veja post acima).

“Sabemos que nenhuma palavra nesse momento é capaz de trazer qualquer conforto, por isso oramos e esperamos em Deus que conforte toda família. A dor e a tristeza jamais serão maiores do que tudo que você̂ representou para os familiares, amigos e a família Uni. Sentiremos sua falta!”, escreveram.

Deixe um comentário