Mulher finge ser autista para ficar sem máscara em shopping e publica vídeo nas redes sociais: “a gente se faz de doido”

A bióloga Nathasha Borges fingiu ser uma pessoa com transtorno do espetro autista (TEA) para circular sem máscara no Shopping RioMar, em Recife (PE). Em um vídeo publicado nas redes sociais, ela relatou como como conseguiu driblar a segurança do estabelecimento e ainda incentivou seus seguidores a fazerem o mesmo. A Lei 14. 019, de 2 de julho de 2020, dispensa o uso de máscaras para pessoas com autismo.

“Está todo mundo doido, a gente se faz de doido. Pronto. Está tudo certo. Olhe, a solução de um doido é outro doido na porta. Não usei minha máscara hoje para nada, nem para entrar no tal órgão que eu vim fazer o negócio”, declarou.

Ela conta, ainda, que foi abordada duas vezes por seguranças no shopping. “Teve uma hora em que o homem veio me perguntar, aquele segurancinha do carrinho fez: ‘Moça, dá para botar a máscara?’, aí eu disse: ‘Venha cá, venha cá. Não, porque eu sou autista'”, disse.

Em outro momento ela conta que foi questionada sobre a máscara dentro de uma loja. “‘Moça, a máscara’. Aí, eu disse: ‘Eu sou autista, posso não’. O primeiro fez assim: ‘Você está sozinha?’. E eu disse: ‘Estou procurando a minha mãe, ela foi ali'”, justificou.

Os vídeos publicados pela bióloga nos stories foram removidos pelo Instagram por conta das regras “sobre símbolos ou discursos de ódio” e “assédio ou bullying”. No entanto, Natasha republicou as imagens em formato de reels.

Deixe um comentário