Nota Pública do Prefeito Thiago Gilleno. Estou tranquilo e vou provar minha inocência e de minha esposa.

O prefeito de Ponto Novo, Thiago Gilleno, foi alvo de uma denúncia no Ministério Público Federal quando ainda não era prefeito do municipio. De acordo com a acusação, ele foi denunciado por ilicitudes em contratos licitatórios, porém a acusação ainda não foi analisada pelo Tribunal de Justiça. Em contato com esta imprensa, o prefeito disse: “Estou tranquilo, pois sei que é um processo de adversários políticos colocado contra mim há 06 anos, os quais já entendiam do meu potencial em ser o futuro prefeito da cidade por medo, entraram com esse processo. Sigo confiante, pois todos os serviços prestados foram muito bem executados, e vou provar minha inocência e de minha esposa. ”, Declarou Thiago Gilleno, Prefeito Municipal

NOTA PÚBLICA DE ESCLARECIMENTO


O Prefeito do Município de Ponto Novo/BA, Thiago Gileno, vem a público, por meio desta nota, esclarecer sobre o conteúdo veiculado em alguns órgãos da imprensa, acerca de eventual prática de conduta ilícita, que estaria sendo discutida a ação civil púbica acerca da qual ainda não tomou conhecimento de seus termos.
De início, é mister salientar que o Thiago Gileno ou sua esposa, Fabiane Azevedo, jamais se locupletaram ilicitamente de qualquer valor, seja na sua vida empresarial, seja como Administrador Público. É de conhecimento notório em ambas às áreas, pública e privada, que Thiago Gileno sempre agiu com honestidade.
O Ministério Público simplesmente ajuizou uma ação, que nada mais é do que aceitar verificar com mais detalhes as acusações [inverídicas e insustentáveis] lançadas, que no final, sem dúvida, será reconhecida a absoluta inocência de Thiago Gileno, como acontece constantemente pelo Brasil, após o exercício da ampla defesa e do contraditório, momento que serão esclarecidos ao Poder Judiciário todos os detalhes da contratação.
Um processo judicial é apenas mais uma ferramenta de fiscalização da probidade de um gestor, que no caso em tela, já fora fiscalizado e julgado pelo Tribunal de Contas dos Municípios, pelo Poder Legislativo e, acima de tudo, pelo povo, tendo sua honestidade sido reconhecida por todos.
A verdade é que Thiago Gileno se tornou exceção na política, sobretudo por sua Administração de excelência, voltada exclusivamente para o interesse do município de Ponto Novo e sua população.
Não foi por acaso que tornou Ponto Novo o município mais transparente da Bahia neste primeiro ano de governo. Quem não tem o que esconder, não esconde!
E justamente por ser um gestor transparente, é que temos a plena convicção de que o Poder Judiciário irá atestar sua probidade e honestidade. Disso não temos a menor dúvida!
Sem mais embargos, renovamos o mais absoluto e incontestável compromisso de Thiago Gileno para com seu povo e com os princípios gerais da administração pública, notadamente o da probidade administrativa, da lealdade e da honestidade
Por sua vez, a defesa de Thiago Gileno informa que ainda não teve acesso aos autos de acusação, porquanto não houve a citação válida até a presente data, mas que após análise preliminar das relações contratuais entre a empresa e o Município de Ponto Novo, concluiu que não existe absolutamente

nada de ilegal na atuação. Afinal, em nenhum momento, solicitou qualquer tipo de vantagens, bem como nunca as recebeu.
O que existe são, com todas as vênias, interpretações equivocadas do Ministério Público, para levar a crer que teria cometido algo ilícito.
A defesa vem a público repudiar veementemente as acusações, que – sem qualquer contato com a realidade – desenham narrativas, desconsiderando seu compromisso ético. Finalmente, Thiago Gileno lembra que, em diferentes oportunidades, se colocou à disposição do Ministério Público para esclarecer pontos da contratação. E agora, mais do que nunca, permanece nesta condição, pois entende que sua participação é fundamental para que a verdade sobre os fatos seja conhecida, impedindo os danos causados por suposições ou ilações sem lastro.

Ascom
Prefeito Thiago Gilleno

Deixe um comentário