Mais um deputado do PP deve deixar base de Rui, e a peleja entre Otto e Coronel

Os senadores do PSD Otto Alencar e Angelo Coronel estão em uma batalha velada. Tudo pela peleja entre Otto Filho e Diego Coronel, ambos candidatos a deputado federal – o primeiro vai para a reeleição. O centro da celeuma é que eles estão disputando as mesmas bases. Será que isso pode trincar a relação dos pais? O fato é que – como dissemos no Alô Alô Política da semana passada – o senador Angelo Coronel está cada vez mais próximo do governo Bolsonaro. E Otto de Lula.  

Contexto amplo 

Aliás, para além da tensão entre os filhos de Otto e Coronel, o clima na base aliada ao PT da Bahia não é nada bom. Sobram queixas contra o governador Rui Costa (PT), seja pelo trato “descortês” com os parlamentares, seja por assuntos que começaram a atingir a gestão petista, como o aumento no preço dos combustíveis e o caso dos respiradores, que segue sem resultado. Até mesmo em grupos de WhatsApp, deputados da base estão sendo questionados e recebendo “cobranças”. É, a conta chegou…  

Malas prontas 

Essa insatisfação foi exposta com a saída do deputado estadual Robinho (PP) da base governista. Mas ele não é o único. Nos bastidores, comenta-se que quem também está de malas prontas para deixar o grupo de Rui e Wagner é o deputado estadual pepista Dal, que tentará uma vaga na Câmara dos Deputados. O destino, dizem, é o PSL, em articulação liderada pelo deputado federal Elmar Nascimento, que deve deixar o DEM e migrar para a legenda. O acordo, garantem fontes próximas, foi selado e Dal, inclusive, já está abraçado ao grupo do presidente nacional do DEM, ACM Neto.  

Emendas faroeste 

Alguns deputados da base do governador Rui Costa (PT) estão irritadíssimos com o comportamento agressivo de outros políticos do grupo junto a lideranças do interior. Não são poucos os parlamentares que se queixam de que estão perdendo cabos eleitorais por conta das chamadas “emendas faroeste”, generosamente distribuídas pelo governo federal para aqueles que são fiéis em Brasília, embora na Bahia façam discurso de independência ou de oposição ao presidente Jair Bolsonaro (sem partido). Um dos mais insatisfeitos com isso é o deputado federal Paulo Magalhães (PSD), que até gravou um vídeo falando abertamente sobre o assunto. 

Deixe um comentário