Menina de 14 anos é encontrada morta amarrada em árvore

Uma adolescente de 14 anos, que estava desaparecida havia três dias, foi encontrada morta amarrada em uma árvore em Campo Belo do Sul, em Santa Catarina.

O corpo de Ana Kemilli foi localizado na mata por volta das 18h da quarta-feira (10) e a suspeita é de que a garota tenha sido vítima de feminicídio. O crime é investigado pela Polícia Civil, que apura ainda se há conexão com o desaparecimento de outro adolescente, de 15 anos, que não era visto desde a manhã de terça-feira (9).

As buscas pela menina iniciaram por volta das 19h de terça, quando uma equipe do 5º Batalhão de Bombeiros Militar de Lages foi acionada para encontrá-la no interior do município, nas proximidades de onde a vítima residia. Segundo os bombeiros, a mãe da garota relatou que ela saiu de casa na segunda-feira (8), por volta das 17h, para levar uma amiga em casa. Ela chegou ao destino, mas desapareceu durante o retorno para casa.

A procura pela adolescente se estendeu durante o dia de ontem e o ponto de partida das buscas foi a partir de um chinelo encontrado que era usado por Ana na data do desaparecimento. Os bombeiros e policiais militares percorreram cerca de 12 quilômetros em mata fechada e densa nas proximidades onde o calçado da vítima estava.

As buscas haviam sido suspensas no fim da tarde de ontem, quando moradores da comunidade encontraram o corpo da adolescente amarrado na árvore e coberto com vegetação. O IGP (Instituto Geral de Perícias) esteve no local e confirmou que o corpo era da menina desaparecida, segundo apurações do Uol.

A Polícia Civil de Campo Belo do Sul também realiza diligências e perícia técnica para apontar as circunstâncias que levaram ao assassinato. De acordo com o delegado Thiago Gomez, responsável pelas investigações, a polícia trabalha com a hipótese de feminicídio e, a princípio, descarta que houve violência sexual contra a menina.

Supeito comparece a delegacia 
O jovem de 15 anos, suspeito de matar a adolescente Ana Kemilli, compareceu à delegacia de Campo Belo do Sul, na Serra catarinense, na tarde desta quinta-feira (11). O menor, que havia desaparecido um dia após a menina de 14 anos, está sendo ouvido pelo delegado que investiga o caso, Thiago Gomez. 

Deixe uma resposta