Pré-candidato a prefeito de Valente pode ficar inelegível após decisão do STF – ITAPICURU FM 104,9

Pré-candidato a prefeito de Valente pode ficar inelegível após decisão do STF

O pré-candidato a prefeito de Valente, Ubaldino Amaral de Oliveira pode se tornar inelegível, após decisão recente do Supremo Tribunal Federal (STF).

Os ministros decidiram pela alteração nos prazos da inelegibilidade. O prazo de 8 anos seria contado a partir do final do mandato cassado e não a partir da cassação. O Partido Trabalhista Brasileiro (PTB) levou o caso ao Supremo em 2008. A informação é do site Consultor Jurídico 

No último dia 17 de julho de 2012, o Tribunal Regional Eleitoral da Bahia (TRE) determinou a que o prefeito de Valente, Ubaldino Amaral de Oliveira (PSC) fosse cassado. À época, quem moveu o processo foi o promotor público de Valente, Milen Castro, que acusou o ex-prefeito de “captação e gasto ilícito de recursos financeiros de campanha eleitoral”.

Em 2008, nas eleições municipais, Ubaldino teria adquirido cinco mil camisas e feito a distribuição para os munícipes.

Defesa

Em nota à imprensa, Ubaldino Amaral argumentou que o julgamento proferido pelo STF, nos últimos dias, versou sobre um caso específico – o do então deputado federal Roberto Jeferson (PTB), ocupante à época de um cargo do Poder Legislativo e que teve seu mandato cassado por ter sido acusado por quebra de decoro parlamentar.

Para o pré-candidato, este julgamento não faz qualquer menção ou ligação a sua pessoa: “Estou com todos os meus direitos político ativos, o que me deixa  elegível. O povo, sim, tem o poder de decidir”, afirmou ele.

Fonte: A Tarde

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *