“Eu não me lembro se alguém me empurrou”, diz médica Bonfinense que caiu do 5º andar de prédio em Salvador

O caso da médica Sáttia Lorena Patrocínio, de 27 anos, que caiu do 5º andar de um prédio no bairro de Armação, em Salvador, ganhou novos contornos nesta quinta-feira (20).

De acordo com informações obtidas pela RecordTV Itapoan, Sáttia foi transferida do Hospital Geral do Estado (HGE) para o Hospital São Rafael. A médica acordou do coma e deu depoimento durante cerca de uma hora para a polícia, onde afirmou que “quer justiça”, mas que não se lembra se alguém havia lhe empurrado. 

Segundo informações preliminares do advogado da médica, Sáttia encontra-se aflita, abalada e agitada, não conseguindo se recordar do que exatamente aconteceu no dia da queda, pois sua condição de saúde acaba estando diretamente ligada ao psicológico. 

Ainda segundo a defesa de Sáttia, ela relatou também outros episódios de relacionamento com seu namorado, o médico Rodolfo Cordeiro Lucas, que é tido como o principal suspeito de tentativa de feminicídio.

Deixe um comentário