Pai de assassino de modelo se matou após filho confessar crime

O pai de Rafael Fernandes Rodrigues, de 31 anos, assassino confesso da modelo e miss Manicoré Kimberly Karen Mota, 22 anos, cometeu suicídio após o filho confessar o crime. Segundo o depoimento de Rafael, ele ligou para Nilton Rodrigues no mesmo dia do crime. As informações são do jornal Manaus Alerta.

“Fiz merda acabei com minha vida, matei a Kimberly”, teria dito Rafael ao pai, por telefone. “Se entregue”, respondeu Nilton. No dia seguinte, o pai suicidou-se em São Paulo, onde morava.

Rafael foi preso na sexta-feira (15) como principal suspeito do assassinato. A modelo foi encontrada morta a facadas na última terça-feira (12) no apartamento dele, em Manaus. O suspeito estava escondido em uma cabana em região de mata na cidade de Pacaraima (RR), perto da fronteira com a Venezuela.

A polícia suspeita que ele estaria tentando fugir para a Espanha passando pela Venezuela. Segundo a polícia, o homem teria parentes na Espanha. Em depoimento na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), o suspeito confessou o crime. Fonte:ISTOÉ

Deixe um comentário