Ex-ministro Geddel Vieira Lima deixa Complexo da Mata Escura para cumprir prisão domiciliar

O ex-ministro Geddel Vieira Lima deixou o Complexo da Mata Escura, em Salvador, no início da tarde desta quarta-feira (15). De acordo com informações do G1, o político saiu da unidade por volta das 13h. 

Geddel cumpre prisão preventiva, apesar da pena de 14 anos e 10 meses por lavagem de dinheiro e associação criminosa. A saída do ex-ministro da prisão se dá após conversão da pena para prisão domiciliar temporariamente, com uso de tornozeleira eletrônica. A decisão foi tomada pelo presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Dias Toffoli, ao julgar um pedido da defesa do político baiano na noite dessa terça-feira (14)

Deixe um comentário