Redes Sociais

Missas festejam canonização de Irmã Dulce

Publicado em 08/10/2019 às 09:06h

No próximo domingo, dia 13, Irmã Dulce estará em um novo patamar: santa da Igreja Católica. Em Roma, Itália, e Salvador, Bahia, celebrações festejam este momento histórico. A religiosa conhecida como o “Anjo Bom da Bahia” será a primeira brasileira, na história mais contemporânea da Igreja, a alcançar a honra dos altares. Confira a programação:

No domingo, o papa Francisco preside a missa de canonização da religiosa. A cerimônia será realizada às 10 horas (horário de Roma). No horário do Brasil a missa será às 5 horas. Após a celebração, ela será chamada de Santa Dulce dos Pobres e 13 de agosto será a data litúrgica para a sua festa. Para participar da missa é necessário retirar ingressos que foram distribuídos em diversos locais de Roma.

Praça de São Pedro (Foto: Paulo Pinto | Fotos públicas)
Praça de São Pedro (Foto: Paulo Pinto | Fotos públicas)

Quando houver a proclamação da canonização de Irmã Dulce, no domingo, seus devotos em Salvador poderão acompanhar a celebração no santuário dedicado à nova santa e situado no Largo de Roma. Desde a noite anterior, haverá vigília para acompanhar o grande momento.

Santuário de Santa Dulce dos Pobres (Foto: Joá Souza l Ag. A TARDE | 19.5.2019)
Santuário de Santa Dulce dos Pobres (Foto: Joá Souza l Ag. A TARDE | 19.5.2019)

Na segunda-feira, 14 de outubro, o arcebispo de Salvador e primaz do Brasil, dom Murilo Kireger, celebra na Basílica Sant´Andrea dela Valle em Roma, Itália, a primeira missa em honra de Santa Dulce dos Pobres. A cerimônia será às 10 horas (horário de Roma).

Dom Murilo Krieger (Joá Souza | Ag. A TARDE | 13.8.2019)
Dom Murilo Krieger (Joá Souza | Ag. A TARDE | 13.8.2019)

No dia 20 de outubro em Salvador acontecerá a comemoração pela canonização de Irmã Dulce na Arena Fonte Nova. Os portões serão abertos ao meio-dia. A programação inclui apresentações musicais, espetáculos teatrais e missa presidida por dom Murilo Krieger. Os ingressos distribuídos de forma gratuita só poderão ser retirados nas paróquias que integram a Arquidiocese de Salvador.

Fonte Nova (Foto: Vaner Casaes | Ag. BA-Press | 10.8.2016)
Fonte Nova (Foto: Vaner Casaes | Ag. BA-Press | 10.8.2016)

PUBLICIDADE

Top