Redes Sociais

Após receber beijo, Otto nega briga com João Leão

Publicado em 04/12/2018 às 07:32h


O senador Otto Alencar (PSD) recebeu um beijo na testa do vice-governador João Leão (PP) durante evento com o governador Rui Costa (PT) na tarde desta segunda-feira (03). Os dois travaram uma briga pela presidência da Assembleia Legislativa da Bahia.

Questionado pelo Varela Notícias sobre o ato de carinho, Otto disse que não houve briga entre os dois. “Nunca teve briga. Só teve uma colocação minha sobre o assunto. Ele não podia na ausência do governador e do presidente da Assembleia de detonar o processo. Mas não há briga, rusga, de jeito nenhum”, disse.

“Eu já tinha estado com ele em Brasília algumas vezes, até defendendo interesse daqui do estado. A questão da sessão onerosa, do bonde de assinatura da Petrobrás, já tinha conversado com ele, tinha conversado inclusive com o filho dele, Cacá, que é um grande amigo meu, sobre projetos que vamos aprovar no Senado amanhã, que é o projeto que garante aos municípios os recursos do fundo de participação, sem alteração para o ano que vem. Nunca teve falta de diálogo entre nós. Só que ele, no estilo dele que eu respeito muito, um tanto quanto veemente, deveria ter esperado Rui chegar. Eu nem estou me envolvendo, não sei quem é que vai ser liderança, quem vai escolher é o governador, o presidente da Assembleia e os partidos”, falou.

Otto concluiu afirmando que ser presidente da Alba nunca foi sua prioridade. “A minha vida pública nunca foi ancorada em presidência de Assembleia. Até porque eu fui presidente e recusei ser reeleito”.


PUBLICIDADE

Top