Redes Sociais

Bahia pode ficar sem transmissão de jogos na TV em 2019

Publicado em 14/09/2018 às 06:40h

Por conta imbróglio envolvendo contratos de exibição das partidas, o time do Bahia pode ficar sem a transmissão dos jogos do Campeonato Brasileiro de 2019.

De acordo com informações do jornal Estado de S. Paulo, a Globo, que tem direito para transmitir os jogos, já admite a possibilidade de a competição ser "desfalcada" e não ter todos as 380 partidas transmitidas.

A problemática envolve os contratos para exibição de jogos no período de 2019 a 2024 na TV aberta e nos canais pay-per-view (PPV), sistema em que o consumidor pode comprar uma partida avulsa ou o pacote completo do campeonato.

De acordo com a Lei Pelé, os direitos de transmissão pertencem às duas equipes envolvidas em cada jogo. Com isso, a situação atual é que 108 dos 380 jogos (28%) do Brasileirão de 2019 não poderão ser transmitidos nem pelo PPV nem pela TV aberta.

Segundo o presidente do Bahia, Guilherme Bellintani, o Esquadrão de Aço já planeja as finanças sem o acordo com a emissora carioca. "Em 2018 vamos ter um faturamento perto de R$ 128 milhões. No ano que vem, sem a Globo, deve cair para R$ 95 milhões. Será uma queda, claro, mas temos de conviver com isso", afirmou. "Se tiver mesmo de acontecer de ficar sem jogos na televisão, vejo como um processo natural", disse.

"É possível considerar o cenário no qual a gente transmita o campeonato parcialmente", disse ao jornal o diretor de direitos esportivos da TV Globo, Fernando Manuel Pinto. Ele explicou que tenta fechar acordo com as equipes que restam. "Logicamente, só transmitiremos os jogos sobre os quais tenhamos os direitos, remunerando os clubes sob um acordo que esteja vigente."

O Esporte Interativo, que tem contrato para transmissão em TV fechada com o tricolor, anunciou o fim de suas operações no Brasil em agosto. Além do Esquadrão de Aço, passam pelo mesmo problema o time do Atlético-PR e Palmeiras.


PUBLICIDADE

Top