Redes Sociais

Wagner diz que há desprazer na lembrança de seu nome para eventual candidatura a presidência

Publicado em 11/01/2018 às 08:49h

Questionado com frequência sobre a possibilidade de ser o presidenciável do PT caso a justiça inviabilize a candidatura do ex-presidente Lula, o secretário de Desenvolvimento Econômico da Bahia, Jaques Wagner, disse que há desprazer na lembrança do seu nome para a eventual missão.

"A lembrança, se é que existe, não é elogiativa. Não sou profeta do apocalipse. Não vou colocar meu nome para afundar a candidatura de Lula"

"Qualquer um que entrar no lugar dele estará de certa forma usurpando. A legitimidade é dele. Essa conversa está morta", completou durante o Comitê em defesa da democracia e do direito de Lula ser candidato, que reúne lideranças e movimentos sociais no Teatro Jorge Amado, na Pituba.


PUBLICIDADE

Top