Com técnico interino, Vitória joga bem e volta a vencer no Barradão – ITAPICURU FM 104,9

Com técnico interino, Vitória joga bem e volta a vencer no Barradão

Um dia depois da saída de Eduardo Barroca, o Vitória venceu sob o comando de Rodrigo Chagas. Um dia depois também da antecipação de receitas pedida pelo presidente Paulo Carneiro ser aprovada pelo Conselho Deliberativo. No Barradão, o Leão teve ótima atuação – principalmente no primeiro tempo – diante do CRB, e terminou com triunfo por 2 a 1 e, por enquanto, com oito pontos acima da zona de rebaixamento da Série B. Agora, tem 29 pontos, e ocupa a 15ª colocação.

O desempenho do Rubro-Negro baiano foi surpreendente por diversos aspectos. Troca de passes objetiva, intensidade na marcação, boa finalização das jogadas, e uma série de coisas que não vinham sendo vistas nos últimos jogos. O grande destaque foi o lateral esquerdo Rafael Carioca, que marcou um gol e deu uma assistência.

Mostra que existe algum tipo de esperança dentro de campo, mas que primeiro é preciso organizar a situação fora de campo. O clube não pretende efetivar Rodrigo Chagas, e está atrás de um novo técnico. Vale esperar “cenas dos próximos capítulos”.

O Leão volta a campo na próxima terça-feira, às 21h30, diante do Paraná, fora de casa, pelo Brasileirão.

Mudança para melhor

Se o torcedor do Vitória esperava uma equipe abalada pela troca de técnico apenas um dia antes do jogo, se surpreendeu na noite de ontem. Diante do CRB, o Leão fez um ótimo primeiro tempo, com boa movimentação, troca de passes efetivas e a pressão na marcação bem encaixada.

Logo aos 9 minutos, Rafael recebe excelente lançamento de Lucas Cândido e rola para Léo Ceará na entrada da área. O centroavante chuta colocado e a bola passa muito perto do gol. Aos 11, o camisa 9 teve outra chance. Cândido acha um belo passe de calcanhar para Vico, que ajeita para Ceará chutar novamente para fora.

Entretanto, apesar de dominar o jogo, o Leão saiu atrás no placar. Bill, melhor do CRB em campo, recebeu na esquerda, passou por Léo Morais – o único abaixo do Vitória – e cruzou na marca do pênalti para Hyuri mandar para o fundo das redes.

Não durou muito tempo. Sete minutos depois, Lucas Cândido mandou uma bomba, e Edson espalmou para frente, nos pés de Rafael Carioca. O lateral esquerdo chutou com qualidade para empatar. Aos 38, Carioca apareceu novamente, com um cruzamento perfeito na cabeça de Léo Ceará. Dessa vez, o centroavante não perdoou, e decretou números finais à primeira etapa.

É só administrar

Não, o segundo tempo do Vitória não foi tão intenso. Mas a equipe conseguiu administrar bem o resultado, sem sofrer grandes sustos. Exceção feita aos 22 minutos, quando Wesley achou Hyuri em belo lançamento. Na cara do gol, porém, o atacante viu Ronaldo fechar bem o ângulo e não conseguiu empatar a partida.

A oportunidade do Leão veio aos 32, com Frizzo. O meia roubou bola na esquerda, tabelou com Eduardo e mandou uma bomba para a defesa de Edson. A partir daí, nem o CRB conseguiu criar, nem o Rubro-Negro quis se arriscar, e o placar se manteve.(http://atarde.uol.com.br/)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *