Menina de 13 anos estuprada pelo próprio pai é abusada por pastor evangélico que a acolheu – ITAPICURU FM 104,9

Menina de 13 anos estuprada pelo próprio pai é abusada por pastor evangélico que a acolheu

Uma criança de 13 anos, que foi estuprada pelo próprio pai dos 9 aos 12 anos, se tornou vítima de novos abusos sexuais e psicológicos após ser entregue a um pastor evangélico que se propôs a cuidar dela junto com a esposa. O caso aconteceu na cidade de Mombuca (SP) e só foi descoberto após a mãe da garota flagrar o estupro.

O religioso disse que conhecia a criança desde que ela tinha quatro anos e insistiu para acolhê-la em sua casa. Como o casal tinha “uma boa índole” e outros familiares da menina não podiam cuidar dela, o Conselho Tutelar de Mombuca aceitou que ela ficasse com pastor e a esposa. 

O homem, que também é guarda municipal, estuprou a criança e a convenceu a não contar nada, pois alegou que “tinham um relacionamento amoroso” e até trocavam bilhetes. Ele deu um celular para ela e pedia que ela mentisse se a história fosse descoberta. 

De acordo com o Uol, o religioso foi preso em 30 de setembro na cidade de Ponta Grossa (PR), onde se escondia. A esposa do pastor tinha conhecimento sobre os abusos e não contou nada por medo de acabar com o seu casamento. Ela ainda pediu que a família também não revelasse o caso. A mulher foi acusada de estupro de vulnerável e tortura física e psicológica, pois agrediu a menina.

Já o pai da menina, que a obrigou a se prostituir enquanto ela vivia com ele, está preso desde fevereiro deste ano. Ele também abusou das enteadas, de 16 e 21 anos, irmãs da vítima. Elas confirmaram o crime, mas a mãe delas, que sofre de problemas psicológicos, não acredita nas acusações.

O homem, que tem histórico de abuso de álcool e drogas, é acusado de três estupros de vulnerável, quando o criminoso pratica ato libidinoso com menores de 14 anos ou pessoas que não conseguem se defender.

A criança de 13 anos hoje vive com a irmã mais velha. Ela está fazendo tratamento psicológico e sendo acompanhada pelo Conselho Tutelar de Mombuca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *