Mulher joga bebê do 2º andar logo após dar à luz dentro de casa – ITAPICURU FM 104,9

Mulher joga bebê do 2º andar logo após dar à luz dentro de casa

Após dar à luz, uma jovem de 20 anos jogou o próprio bebê pela janela do segundo andar de um apartamento. O caso ocorreu em Praia Grande, litoral de São Paulo, na tarde de quinta-feira, 18. A criança foi encontrada morta por uma funcionária do prédio dentro de uma lixeira. 

Presa em flagrante nesta sexta-feira, 19, a mãe, que foi autuada por infanticídio, demonstrou um comportamento absolutamente ‘calmo’, e não apresentou qualquer arrependimento, segundo informações da polícia. Ela está internada no Hospital Irmã Dulce, mas deve ser recolhida à cadeia quando receber alta.

A mulher  disse de forma informal na unidade de saúde que o saco de lixo, com o corpo do bebê, teria caído por acidente. Depois da queda até o mezanino do edifício, ela então, teria recolhido o saco e descartado na lixeira.

A delegada titular Lyvia Bonella, da Delegacia de Defesa da Mulher (DDM) de Praia Grande, requereu a prisão preventiva da suspeita, após análise das imagens de câmeras de monitoramento do local.

“Pelos relatos, ela tinha muito medo que a mãe viesse a descobrir da gravidez. Ela tem um outro bebê de aproximadamente um ano e dez meses. Ela mora com mãe, irmã e filho”, afirmou a delegada durante coletiva de imprensa.

Foi a auxiliar de serviços gerais Cristiane Pereira Campos Silva, de 45 anos que encontrou o corpo. Ao G1, ela afirmou que costuma olhar as lixeiras, e que acabou estranhando o conteúdo em um dos baldes pela grande quantidade de sangue e pelo saco estar meio morno. Cristiane disse que deixou a sacola e chamou o zelador, que a acompanhou e pediu para que ela olhasse o que havia dentro. “Comecei a abrir e vi o pé de uma criança”, relatou.

“Eu comecei até a tremer, porque jamais imaginei passar por esse momento. Eu sou mãe. Como eu vou ter netos também, jamais vou querem que isso aconteça com a minha família. Não consegui comer nada. Aquela imagem não sai da minha cabeça em nenhum momento, aquela criança dentro de um saco plástico todo enroladinho”, contou Cristiane.

A Polícia Militar foi acionada junto com uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas o recém-nascido já estavam sem vida. Conforme o G1, a polícia ainda não sabe se o bebê nasceu morto e se o parto foi natural, um aborto espontâneo ou provocado e o corpo da criança foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML).(atarde.com.br)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *